Ferramentas DAPP

Cientista político da FGV/DAPP comenta o futuro do cenário político

Em entrevista à AFP, Luis Felipe da Graça analisa os desafios de Michel Temer caso o Senado decida pelo afastamento de Dilma Rousseff

há 1 ano

Se Michel Temer assumir a presidência da República nos seis meses do possível afastamento da presidente Dilma Rousseff, não deverá finalizar nenhuma grande reforma no período. Essa é a análise do cientista político Luis Felipe da Graça, da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV/DAPP), em entrevista à Agência France-Presse.

Na sua perspectiva, além de acalmar os ânimos do mercado, Temer teria que lidar com o debate em torno de um novo pleito eleitoral. Assista à análise completa do pesquisador no link https://www.youtube.com/watch?v=i6SCFvF9rNY.


Veja mais sobre: ,