Ferramentas DAPP

Cúpula de Bratislava: a questão migratória nas redes sociais

há 9 meses

A cúpula informal em Bratislava, capital da Eslováquia, ocorrida em 16 de setembro, reuniu líderes dos estados-membros da União Europeia (UE), sem a presença da delegação britânica e com, entre os objetivos, a reflexão e definição conjuntas acerca do futuro do projeto europeu. Nas redes sociais, o encontro teve como pano de fundo o referendo pela saída do Reino Unido da UE, o Brexit, e a política migratória dos estados-membros, assim como o debate sobre Angela Merkel, a chanceler alemã que nos últimos meses tem enfrentado pressões, populares e dentro do seu partido União Democrata-Cristã (CDU), acerca das suas políticas de imigração.

Em pesquisa da FGV/DAPP, coordenada por Marco Aurelio Ruediger, foram coletadas cerca de 110 mil menções no Twitter durante a cúpula e na semana posterior (entre a 0h de 16 de setembro e a 0h de 23 de setembro) em português, espanhol e inglês. A partir da coleta, foi então construída uma nuvem com as palavras mais usadas nas redes. A discussão em inglês respondeu por mais de de 48 mil menções, à frente do espanhol, com 45 mil, e do português, com 4 mil.

wordle3

Os meses seguintes ao resultado do referendo têm sido marcados por expectativas sobre as negociações entre a UE e o Reino Unido. A nuvem em inglês evidencia o destaque dado ao tema (o vocábulo e a hashtag #Brexit, assim como “after” e “future”, em referência ao “pós-Brexit” e à invocação do Artigo 50 do Tratado de Lisboa, o mecanismo formal para a saída do bloco europeu), além da referência a Theresa May, primeira-ministra, e à BBC, o canal público do Reino unido. A discussão, portanto, focou principalmente em temas do Reino Unido, o único país da UE com o inglês como idioma oficial, o que pode explicar em parte a insistência do tema.

O partido anti-imigração AfD (Alternativa para a Alemanha), num resultado histórico, venceu as eleições regionais no Estado de Mecklenburg-Pomerânia Ocidental, no que tem sido interpretado como uma mensagem de indignação sobre as escolhas de Merkel e de setores do CDU. Recorde-se que a Alemanha acolheu a maior percentagem de refugiados que aportaram no continente. A chanceler e suas declarações na conferência (afirmou na coletiva que a UE vive hoje uma “situação crítica”) constam na nuvem.

portugues

Em espanhol e em português destacam-se as palavras ‘refugiados’, ‘Síria’ e ‘direitos humanos’ e as ausências de Angela Merkel e do Brexit.

espanhol

A FGV/DAPP desenvolve pesquisas na área de análise e desenvolvimento institucional de políticas públicas para imigração, que renderam ano passado uma parceria com o Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) para o aprimoramento das estruturas do Estado brasileiro e implementação de políticas capazes de transformar a imigração em vetor estratégico de desenvolvimento.


Veja mais sobre: ,