Ferramentas DAPP

DAPP lança Índice de Dados Abertos para o Rio e debate transparência na gestão pública

Pesquisadores e convidados discutirão no dia 04 de maio o estado dos dados abertos no Brasil e mecanismos de controle da sociedade civil

há 3 meses

cover_post_blog-rio

A Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV/DAPP) organiza, no dia 04 de maio (quinta-feira), um painel de debate sobre transparência e dados abertos. Na ocasião, será lançado o Open Data Index Rio de Janeiro, desenvolvido em parceria com a Open Knowledge Brasil.

O painel “Lançamento do Open Data Index Rio: Discutindo transparência na gestão pública” vai debater o estado e a qualidade dados abertos nos governos federal e municipal, além de aprofundar a discussão sobre mecanismos de controle da sociedade civil. A mesa será composta por pesquisadores da DAPP e especialistas no setor.

As inscrições para o evento devem ser feitas pelo site da FGV.

O Índice de Dados Abertos (Open Data Index) é uma iniciativa da sociedade civil que busca realizar o mapeamento do estado dos dados abertos em diversos países (e cidades) ao redor do mundo. A parceria entre a FGV e a OKBR busca aprimorar o indicador e aproximá-lo ainda mais da realidade brasileira, tanto em nível federal quanto em nível municipal para promover o aprimoramento institucional brasileiro por meio do fomento à transparência na estrutura do Estado.

Confira também o Índice de Dados Abertos para Cidades – São Paulo e o Índice de Dados Abertos Brasil.

O evento faz parte do DAPP Debate, uma série mensal de discussões sobre inovação e políticas públicas. Baseadas em pesquisas aplicadas originais — algumas vezes ainda em progresso —, as palestras são conduzidas por pesquisadores da Diretoria e convidados especiais que discutem iniciativas inovadoras e temas relevantes do debate público. Os encontros são gratuitos e abertos a estudantes, acadêmicos e para público interessado em geral.

Sobre o Índice

O Índice de Dados Abertos vem sendo utilizado por governos em todo o mundo como uma ferramenta para estabelecer suas prioridades em relação às políticas de transparência e dados abertos e por atores da sociedade civil como um mecanismo de pressão para encorajar governos a melhorarem suas performances, liberando conjuntos de dados essenciais.

O Índice é construído com base na disponibilidade e acessibilidade dos dados em 13 categorias essenciais, incluindo gastos governamentais, resultados das eleições, compras públicas, níveis de poluição, dados de qualidade da água, posse de terras, dados do clima, entre outros.

As submissões são revisadas por pares e verificadas por uma equipe local de especialistas e revisores de conjuntos de dados. Os pontos são atribuídos de acordo com as conclusões desse processo.


Sobre o evento

Data: 04/05, quinta-feira

Horário: 12h às 14h

Local: Sede FGV – Auditório Engenheiro M. F. Thompson Motta (12º andar), Praia de Botafogo 190

Programa:

Palestra | 12h – 13h

Rodada de perguntas | 13h – 13h30

Encerramento | 13h30 – 14h

Inscrições: http://www.fgv.br/eventos