Ferramentas DAPP

DAPP organiza painel sobre influência das redes nas políticas públicas em conferência internacional

Período de submissão de artigos para inclusão no painel "From voice to influence: how social media help shape public policy?" encerra em 16 de janeiro de 2017

há 8 meses

conferenciatopA FGV/DAPP vai promover uma mesa de discussão sobre a influência das redes sociais nas políticas públicas durante a III Conferência Internacional sobre Políticas Públicas (ICPP, na sigla em inglês), a ser realizada em junho de 2017 em Cingapura. O painel “From voice to influence: how does social media help shape public policy?” (T18/P05) está aberto para a submissão de artigos até 16 de janeiro (às 20h59 no horário de Brasília). Os papers devem ser encaminhados pelo site da conferência, que é organizada pela Associação Internacional de Políticas Públicas (IPPA).

O acelerado processo de universalização das novas tecnologias de informação e comunicação e, mais recentemente, das mídias sociais alterou, definitivamente, as relações sociais e políticas em todos os seus momentos — do debate público à esfera privada. Vários estudos estão tentando medir o impacto desse fenômeno na política e nos coletivos sociais; ou a capacidade de organização de grupos sociais de muitas naturezas. Pesquisas esclarecem, por essa reflexão, a influência das mídias sociais em um nível “macro” (política, sociedades em rede, mobilização social) e também em um nível “micro” (relações intersubjetivas). No entanto, não há uma ampla exploração das transformações provocadas pelas mídias sociais em processos de nível “intermediário”, como as políticas públicas concebidas para intervir, rapidamente, na distribuição dos recursos em uma sociedade.

Se a proliferação de “vozes” e plataformas para o discurso público é uma realidade consolidada, mesmo nos países em desenvolvimento, não se pode dizer o mesmo sobre a “influência” exercida pelas mídias sociais sobre todo o ciclo de políticas públicas, desde o esboço inicial, sua aplicação e análise posterior. Mas, mais do que exercer influência, as mídias sociais abrem um campo de possibilidades inteiramente novo aos atores encarregados das políticas públicas, que podem adquirir meios para otimizar o processo desde o início até a conclusão, reduzindo drasticamente a duração do feedback político e permitindo uma melhoria das ações governamentais e a medição precisa de seu impacto sobre a percepção da sociedade.

Os artigos a serem submetidos ao painel “From voice to influence: how social media help shape public policy?” (T18/P05) devem, portanto, discutir o papel exercido pelas mídias sociais nos processos políticos e sociais, com ênfase no impacto sobre o ciclo de políticas públicas — desde o seu desenho, implementação, análise de impacto, avaliação e aprimoramento. Considerando o uso massivo das redes sociais como um novo espaço de debate público e suas implicações para a administração pública, incentivamos também propostas que introduzam métodos para o monitoramento de mídias sociais, com foco na avaliação e aprimoramento de políticas.


Veja mais sobre: ,