Ferramentas DAPP

DAPP participa de congresso organizado pelo Centro de Estudos de Meios e Sociedade na Argentina

Pesquisadores apresentaram o estudo sobre os padrões de utilização e difusão de junk news em períodos eleitorais

há 2 semanas

A Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV/DAPP) participou na sexta-feira, dia 3 de novembro, do 3º Congresso Anual organizado pelo Centro de Estudos de Meios e Sociedade na Argentina (MESO). Os pesquisadores Tatiana Ruediger e Danilo Carvalho apresentaram o estudo “Bots and Junk News Usage by Different Interest Groups in the Brazilian Political Debate”, que analisa os padrões de utilização e difusão de junk news em períodos eleitorais no Brasil e no exterior

O estudo é um desdobramento do esforço de pesquisa da FGV/DAPP de mapear a atuação de contas automatizadas nas redes, os chamados robôs, como já detalhado no trabalho “Robôs, redes sociais e política no Brasil” . Na linha de pesquisa Política na Rede, a Diretoria tem desenvolvido diversos estudos com objetivo de qualificar o debate público por meio da análise do comportamento político dos brasileiros e dos principais atores sociais nas redes sociais.

— Os resultados do estudo elaborado pela FGV/DAPP revelaram a utilização de junk news por todos os pólos de apoio político no segundo turno das eleições presidenciais de 2014, com maior concentração em grupos com menor penetração da mídia tradicional. A participação da Diretoria no congresso permitiu que nossas propostas de avanço metodológico fossem apreciadas e discutidas por pesquisadores de referência na área de conhecimento, como Pablo Boczkowski (Northwestern University) e Richard Rogers (University of Amsterdam) — aponta o pesquisador Danilo Carvalho.

O congresso ocorre anualmente e este ano teve como tema os desafios contemporâneos dos meios de comunicação, cultura e sociedade na América Latina. Sua ideia central é difundir informações e discussões sobre os avanços no campo da comunicação, promovendo diálogo e perspectivas distintas sobre o assunto. O evento recebeu pesquisadores de Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Estados Unidos e Espanha.