FGV DAPP apresenta artigo de avaliação da efetividade do Água para Todos em Encontro Nacional

Evento organizado pela ANEPCP debateu “Democracia e desafios para a Gestão Pública”, em Natal

há 3 meses

A Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV DAPP) participou do III Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas, que ocorreu em Natal, entre os dias 27 e 30 de agosto, organizado pela Associação Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas (ANEPCP). Este ano o tema do Encontro é Democracia no século XXI e os desafios para a Gestão Pública.

A pesquisadora da FGV DAPP Beatriz Meirelles apresentou um artigo que é parte da avaliação da efetividade do Água para Todos  realizada para o Ministério da Integração Nacional, na Sessão Temática de Avaliação de Políticas Públicas, na tarde de quarta-feira, 28. O Água para Todos é um programa do Governo Federal que promove as ações de implantação de cisternas para famílias de baixa renda residentes na zona rural e sem acesso à rede pública de abastecimento de água. No artigo, pesquisadores da Diretoria discutem o uso da meta-avaliação como uma estratégia adotada para produzir e sistematizar evidências e contrapontos de estudos realizados por diferentes pesquisadores ou instituições sobre  o programa de forma a subsidiar o conjunto de critérios de avaliação do Água para Todos. 

O trabalho sistematizou os principais resultados de 27 estudos avaliativos sobre a implantação de cisternas e mostra que o Água para Todos atende aos critérios de mérito de relevância social, de eficácia e de efetividade. Este estudo foi realizado por pesquisadores da FGV DAPP e coordenado pelo professor Paulo Jannuzzi da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (ENCE/IBGE). 

O Encontro reuniu acadêmicos e profissionais do campo de públicas em atividades voltadas à discussão da democracia neste século e os desafios para a gestão pública, incluindo conferências, mesas-redondas e sessões temáticas. A ideia é dialogar, também, com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).