Ferramentas DAPP

FGV DAPP integra comissão para criar agenda de pesquisa sobre impacto do Facebook na democracia

Batizada de Social Science One, iniciativa vai gerenciar seleção de projetos que receberão financiamento e acesso a dados privados protegidos da plataforma

há 5 meses

O diretor da FGV DAPP, Marco Aurelio Ruediger, passou a integrar neste mês o Comitê Consultivo da América Latina para o Social Science One, iniciativa de pesquisa independente criada em parceria com o Facebook e organizações privadas para analisar os efeitos das redes sociais em eleições e na democracia. O grupo de pesquisadores acadêmicos vai definir a agenda de pesquisa; solicitar propostas de pesquisa independente sobre temas diversos; e gerenciar um processo de revisão por pares para selecionar projetos de pesquisa que receberão financiamento e acesso a dados do Facebook.

O projeto conta com cinco comitês regionais — Europa, Ásia, África, América Latina e Estados Unidos — e cinco comitês temáticos — Propaganda Política, Engajamento Cívico, Integridade Eleitoral, Polarização e Desinformação. Ambos os grupos ajudarão a apresentar perguntas de pesquisa e solicitações para os conjuntos de dados que serão compartilhados como parte do projeto. Estudiosos que atuam nesses comitês também podem solicitar financiamento e acesso a dados para realizarem análises sobre o papel da plataforma nas eleições, incluindo seus riscos para usuários e quais medidas devem ser tomadas para mitigá-los. Os trabalhos serão compartilhados publicamente e não será necessária qualquer aprovação por parte do Facebook.

No caso específico dos comitês consultivos regionais, seus membros auxiliarão na divulgação do Social Science One em suas respectivas regiões e na identificação de acadêmicos que possam estar interessados ​​em usar os dados disponibilizados pelo projeto. Além disso, fornecerão conselhos sobre como a iniciativa pode ser melhor adaptada para lidar com questões específicas das regiões. Por exemplo, esses comitês atuarão com ênfase em eleições, a partir de conjuntos de dados do país desenvolvidos para análise.

O primeiro pedido de propostas de pesquisa é para projetos de desinformação e notícias falsas. O Facebook fornecerá um petabyte — ou 1 milhão de gigabytes — de dados, incluindo quais URLs públicas os usuários do Facebook clicaram, quando e quem. O Social Science One é co-presidido por Gary King, professor de Harvard e diretor do Institute for Quantitative Social Science, e Nathaniel Persily, professor de Direito de Stanford e co-diretor do projeto Democracy and the Internet.

A iniciativa será financiada pela Fundação John e Laura Arnold, pelo Democracy Fund, pela Fundação William e Flora Hewlett, pela Fundação John S. e James L. Knight, pela Fundação Charles Koch, pela Rede Omidyar e pela Fundação Alfred P. Sloan.


Veja mais sobre: ,