Sobre a Sala de Democracia Digital

#observa2018

Iniciativa da FGV DAPP monitora debate público e impacto da desinformação nas redes sociais durante as eleições

A Sala de Democracia Digital – #observa2018 é uma iniciativa da FGV DAPP para monitorar o debate público e o impacto das práticas de desinformação nas redes sociais durante as eleições de 2018.

Visa disponibilizar de forma pública e acessível análises diárias sobre as discussões sobre políticas públicas, temas eleitorais e ações de manipulação do processo político, como a presença de perfis automatizados (robôs) e a difusão de notícias falsas (fake news).

Com base na sede da FGV DAPP, no Rio de Janeiro, adota como linha editorial o caráter técnico, isento e apartidário, orientadas exclusivamente para contribuir à qualificação do debate público.

Tem como parceiros o Digital Forensic Research Lab (DFRL), do Atlantic Council; o Instituto de Tecnologia e Equidade (IT&E); Moore-Sloan Data Science Environment, da New York University (NYU); e a Escola de Direito de São Paulo da FGV. Conta ainda com um comitê de “Observadores de Democracia Digital”, formada por uma rede de entidades parceiras da FGV DAPP.

Sobre a FGV DAPP

A Diretoria de Análise de Políticas Públicas é um centro de pesquisa social aplicada da Fundação Getulio Vargas, que tem o objetivo de promover a inovação para políticas públicas por meio do uso de tecnologia, transparência e análise de dados. Criada em 2012, a FGV DAPP se consolidou como uma referência no cenário brasileiro em pesquisas e análises a partir do uso de redes sociais, dados abertos e conhecimento interdisciplinar. O estudo “Robôs, Redes Sociais e Política no Brasil”, publicado em agosto de 2017, que produziu um diagnóstico da presença de robôs em momentos-chave da política brasileira desde 2014, gerou ampla repercussão e tornou-se referência no debate sobre a desinformação no contexto brasileiro.

Desde dezembro de 2017, a FGV DAPP integra, por meio do seu Diretor, Marco Aurelio Ruediger, o Conselho Consultivo sobre Internet e Eleições do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que discute iniciativas para mitigar o impacto das práticas de desinformação no processo eleitoral deste ano.

Parceiros

Observadores