Vingadores: Ultimato vence confronto da cultura pop com Game of Thrones no Brasil: 3,1 milhões de tuítes em uma semana

Foram coletadas mais de 200 hashtags, palavras-chave, contas de Twitter e estruturas textuais associadas ao filme ou à série em uma semana

há 4 meses

Os dois maiores fenômenos culturais da TV e do cinema, por fim, encontraram-se em abril, com a estreia internacional de “Vingadores: Ultimato” nas salas de cinema no mesmo fim de semana de exibição do 3º e decisivo episódio da temporada de encerramento de “Game of Thrones”. Sob perspectiva do impacto em volume de menções no Twitter, mesmo com a expressiva antecipação dos fãs em relação aos eventos da batalha em Winterfell, “Vingadores” acabou em forte vantagem, com 3,1 milhões de referências no Twitter em uma semana, frente a 1,9 milhão a “GOT”, segundo monitoramento da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV DAPP) com menções a ambas as obras em português, no Brasil.

Com dados coletados da 0h de terça-feira (23) às 23h59m de segunda (29) de mais de 200 hashtags, palavras-chave, contas de Twitter e estruturas textuais associadas ao filme ou à série, a pesquisa aponta a duas práticas bastante distintas de experiência do espectador — nas plataformas digitais — em função da obra, embora ambas sejam bastante parecidas quanto ao alcance, ao impacto que exercem junto a fãs e à relevância para a cultura pop atual. Enquanto “Vingadores”, ao longo de toda a semana, apresentou volumes diários bem parecidos de presença no Twitter, apenas com um leve pico de referências na véspera da estreia oficial, 26 de abril (sexta-feira), o impacto de “GOT” na web persiste bastante organizado a partir da primeira exibição na TV, na HBO — apesar da presença do streaming como opção a espectadores após a estreia do episódio no domingo à noite. Apenas entre as 23h e a 0h, foram 396 mil tuítes sobre o programa, equivalente a 20,8% de todo o debate na semana.

Apenas entre domingo e segunda-feira, foram 1,65 milhão de postagens no Twitter sobre a produção da HBO — “Vingadores” não obteve, em nenhum momento da semana de estreia, volume semelhante de referências em fragmento tão curto de tempo. Porém, o filme dos estúdios Marvel prevalece pela longa construção de identidade com o público, que se manteve constante em repercussão e formação de expectativas sobre o encerramento da longa saga dos super-heróis. Fora do momento imediatamente posterior à exibição do episódio, “GOT” perde muito do espaço de participação na rede social; os heróis da Marvel, porém, que seguem em cartaz nos cinemas brasileiros, seguem igualmente com forte e constante presença na web — acumulando centenas de milhares de tuítes a cada dia, mesmo depois da estreia nas salas de projeção.

Na batalha de heróis, Arya Stark foi invencível

Também em função do elemento surpresa e da relevância expressiva de eventos narrativos particulares para a repercussão pontual de “GOT”, semana a semana, pouco antes do fim da oitava temporada da série, nenhum super-herói do grupo de Vingadores conseguiu impacto próximo ao de Arya Stark, cujas ações no 3º episódio determinaram os acontecimentos de maior importância para as próximas semanas da obra. Citada mais de 500 mil vezes, a personagem sobrepôs-se, nas redes, ao vilão Thanos e aos ícones centrais de articulação do universo fílmico da Marvel, de mais de 20 filmes e prolongados por 11 anos no cinema: Thor, Homem de Ferro e Capitão América.

Em “GOT”, o episódio mais recente mostrou-se definidor decisivo do impacto geral da história — personagens centrais à série desde o começo da temporada de estreia, em 2011, como Tyrion Lannister, foram pouco citados esta semana. O mesmo não se verificou em “Vingadores”, cujo quinto personagem com maior volume de menções foi a Capitã Marvel, referência do feminismo no gênero de super-heróis e recém-integrada ao espaço cinematográfico em que os filmes se passam. A presença de personagens femininas entre as de maior destaque e alcance nas redes sociais, inclusive, é notável principalmente em “Game of Thrones”, com Cersei Lannister e Daenerys Targaryen em evidência junto a Jon Snow e ao vilão Rei da Noite.

No embate de hashtags, a importância relativa de personagens e do contexto histórico igualmente se mostrou fundamental para diferenciar o impacto de “GOT” e “Vingadores”, com a hashtag #gameofthrones citada em mais de 30% dos tuítes sobre a série, com 580,2 mil recorrências — #battleofwinterfell teve 102,4 mil citações. A principal hashtag sobre o filme, #avengersendgame, esteve presente em menos de 10% das postagens sobre a obra no país.