Notícias

05/03/2024

Seminário Tecnologias Digitais Emergentes

Laboratório Cubo de Inovação oferece seminário ministrado por Mohammad Zia

As tecnologias digitais emergentes estão impactando a forma como a sociedade se comunica. Essas tecnologias têm o potencial de abrir novas fronteiras de inovação e resolver desafios sociais, econômicos e políticos, mas também apresentam riscos. A Inteligência Artificial (IA), por exemplo, pode ajudar os cientistas a identificar a cura para doenças intratáveis, por outro lado, pode levar à discriminação através do reconhecimento facial impreciso. Este é o pano de fundo para o Seminário Tecnologias Digitais Emergentes, ministrado por Mohammad Zia, ex-pesquisador da Universidade de Harvard e Fullbright, que será, neste ano letivo, professor de prática da FGV ECMI.  A atividade busca:

  • Capacitar os alunos com os fundamentos das tecnologias digitais emergentes mais comentadas da atualidade;
  • Desafiar os alunos a participarem em debates sobre governança. 

Os alunos serão desafiados a pensar criticamente sobre a melhor forma de comunicar a dinâmica complexa das tecnologias digitais e a analisar como estas tecnologias impactam os meios de comunicação. O curso será interdisciplinar e aberto a alunos de graduação e pós-graduação, com prioridade aos alunos de graduação da FGV ECMI.

A oficina será em 3 encontros, sempre de 16h às 17h30:

  • Sessão 1: 25 de abril (qui)
  • Sessão 2: 28 de maio (ter)
  • Sessão 3: 6 de junho (qui)

Os encontros consistem em debates a respeito dos artigos indicados para leitura obrigatória antes dos encontros. Por se tratar de um seminário de curta duração, para receber declaração de participação é preciso comparecer às três sessões.

 

mohammad zia

Mohammad Zia é dos Estados Unidos mas mora no Brasil há mais de dois anos. Mohammad estudou direito, economia e diplomacia e tem experiência profissional em IA, energia sustentável, privacidade de dados, blockchain, e realidade estendida. Mohammad é fluente em espanhol e português e concluiu sua pós-graduação na Harvard Law School (JD) e na University of Oxford (MPP).

Mohammad trabalhou no Banco Mundial e é Fulbright, Truman, e Luce Scholar com experiência em economias emergentes, incluindo o Brasil. Mohammad veio primeiro para a América Latina para estudar espanhol e português e mais tarde voltou para concluir uma pesquisa financiada pela Universidade de Harvard.

 

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19/2018.

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.